Nessa quarentena, qual é a sua desculpa?

Quando passávamos horas indo e voltando pro trabalho, quase o dia todo dentro do escritório e tínhamos compromissos quase todos os dias, reclamávamos que faltava tempo para fazer certas coisas, aquelas que sentimos falta de fazer, coisas simples como ler, se exercitar, meditar, dançar… além daquelas outras que sabemos que precisamos fazer, mas sempre temos uma desculpa na ponta da língua, como se exercitar, cozinhar a própria comida ao invés de fazer “o mais fácil”.

Agora que temos tanto tempo livre, que desculpa vamos dar pra nós mesmos?

Não tem problema não fazer nada o dia todo, mas não pode ser todos os dias.

É claro que em tempos de incerteza e medo como esse que estamos vivendo agora é difícil ficar entusiasmado e cheio de energia pra tudo todos os dias e manter uma rotina de foco e produtividade. E a verdade é que quase ninguém está conseguindo fazer isso, mas será que não estamos deixando de se motivar um pouco?

Eu posso listar umas 5 coisas que eu estou dizendo pra mim mesma que vou fazer todos os dias e não estou fazendo, nunca tive tanto tempo livre, porque estou quase sem trabalho e nem sair de casa eu posso, então por que eu não faço? Por que nos autossabotamos tanto? 

Confesso que estou fazendo muitas coisas que estava deixando de lado, como me exercitar, praticar yoga e me alongar praticamente todos os dias. Mas meu blog, a arte e outras coisas estão sendo deixadas de lado constantemente e isso não tem me deixado feliz.

O que eu tenho tentado fazer é praticar um pouco cada dia e ir voltando aos poucos com tudo o que preciso fazer. É importante nos permitirmos dar um tempo e descansar, mas sabe quando começamos a nos sentir culpados de estarmos “descansando demais”? É aí que algo precisa ser feito. É aí que a sua rotina precisa mudar.

Ao invés de ficar 1h olhando pra tela do celular ou assistindo série, que tal fazer aquilo que não sai da sua cabeça mas você não toma coragem pra ir fazer? Você não precisa ficar 4h fazendo nada, na verdade nem precisa ser 1h, pode ser 30 minutos. O importante aqui é fazer. É sentir que você não está se sabotando e se desmotivando cada dia mais.

Afinal, quanto menos a gente faz, menos dá vontade de fazer. 

Consequentemente, quanto mais fazemos, mais dá vontade de fazer. Comece devagar, seja lá qual for a atividade. E com o tempo, você vai se sentir cada dia mais motivado. Você vai deixar de esquecer o que tem que fazer e FAZER vai se tornar uma necessidade.

 


4 comentários sobre “Nessa quarentena, qual é a sua desculpa?

  1. Fiz isso há alguns dias. Tem uma biblioteca no corredor para o meu quarto que estava desorganizada e, antes da quarentena, nunca tinha tempo para arrumar. Durante as primeira semanas em quarentena, passava por ela todos os dias com tempo, e não ajeitava. Agora está tudo nos conformes, mas foi interessante a resistência para isso acontecer. Belo texto, bela reflexão. Abraço.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Nossa, sim! Sempre que vemos algo que sabemos que precisamos fazer aquilo nos incomoda mas é impressionante o tempo que podemos ver sem tomar uma atitude, mesmo sendo algo simples.
      E o sentimento depois de completar a tarefa é o melhor de todos hehe muito obrigada pela interação

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s