Minha casa, futura saudade

Em alguns dias eu não estarei mais na casa que moro hoje. Nesse teto que me abrigou por quase um ano. A minha primeira casa morando sozinha. Sozinha não, com ele, Marcelo.

Nos mudamos pra outro país juntos, ficamos em Airbnb, casa de amigos, dividimos um quarto em uma residência com oito pessoas, mas casa mesmo, foi essa.

Tanto eu, quanto ele, conquistamos a nossa independência aqui. Aqui é eu com ele e ele comigo. A gente se vira, a gente cresce, briga e quer se matar. Mas a gente vive. Vive junto. É uma conquista morar junto por tanto tempo, tendo passado por tantas dificuldades. Longe de tudo e todos que sempre conhecemos. Viemos exatamente um ano após nosso primeiro encontro. Querendo ou não, mal nos conhecíamos. Os medos, as inseguranças, os defeitos e as loucuras apareceram já aqui. Juntos.

Quando entrei nessa casa pela primeira vez eu chorei, de emoção. Eu choro por tudo, não sou referência. E hoje choro só de pensar que vou precisar dar tchau pra ela.

Ela tem muitos defeitos, é antiga, a parede vive descascando, encontramos baratas semana sim, semana não. O chão faz barulho, ela é úmida e escura, nosso quarto parece uma caverninha.

Ela é igual a gente. Cheia de defeitos, mas cheia de amor. Tem dia que queremos sair só pra não ficar dentro de casa, mas tem dia que não existe nada melhor do que o conforto da nossa cama, do sofá da sala, do calor que sai do forno na cozinha, da sala espaçosa pra dançar ou desenhar.

Eu sinto por ela o que eu sinto por você, Marcelo. E você sente por mim. Ela virou a nossa casa. Você virou a minha casa. Eu virei a sua casa.

Foi aqui que conversamos, rimos, choramos, gritamos, cozinhamos, dançamos, pensamos, vivemos e crescemos. Foi nela, foi com você. Por mais que tenham momentos que eu não quero estar por perto, eu não consigo me imaginar longe.

Vai ser difícil dar tchau.

Mas sei que no futuro teremos um novo lugar pra dizer olá e chorar de novo de emoção.


2 comentários sobre “Minha casa, futura saudade

  1. Maravilhosa a energia de vocês, eu estou nos meus 20 anos e sempre sonhei com algo desse tipo. As vezes eu me acho já ser muito velho para sonhar com romances mesmo que não perfeitos ainda assim real como é o vosso. E sinceramente, vocês dois encontraram ouro. Por que eu, a cada vez que tento, ganho de brinde uma decepção.

    Parabéns pelo empenho de vocês em fazerem feliz um ao outro. Ficarei por aqui lendo e vivendo, e quero saber mais sobre como é viver aí em outro país, um idioma, temperatura, cotidiano e personalidades diferentes. Isso também é algo que faz parte do meu histórico de pensamentos voadores: viver fora, em um país frio, de língua inglesa.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Daniel, que comentário delicioso de ler. Acho que o amor pode ser encontrado de tantas formas… E quem disse que o nosso amor é perfeito? Por mais que nos amemos muito, existem muuuuitos momentos difíceis, todo relacionamento é difícil em certos momentos. O importante é saber dar valor e sempre acreditar que o amor é capaz de muuuuito por nós e pelos outros. Por isso, muito amor pra todos nós!

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s