Como tirar documentos em Portugal

Desde que vim morar em Lisboa, por compartilhar muito a minha vida no Instagram, muita gente me perguntou sobre tudo o que vivi aqui, como foi pra entrar, tirar visto, conseguir emprego etc. Eu já pensava em contar sobre tudo aqui, então vamos lá.

Eu tenho passaporte finlandês (é União Europeia), então pra mim tudo é 50x mais fácil. Mas meu namorado, Marcelo, não. Eu vim tranquila e ele preocupado. Já que para entrar na Europa como turista eles podem pedir simplesmente 50 coisas pra você e se você não tiver uma dessas coisas, eles podem não te deixar entrar.
Antes de vir ele pesquisou tudo o que eles pedem e providenciou tudo, listinha:
– Passagem de volta pro país de origem (mesmo se você comprar uma pra outro país, eles podem encanar. Então, melhor ter uma pro Brasil mesmo) (ps: um amigo não tinha passagem de volta e antes dele sair do Brasil, fizeram ele comprar uma, senão ele nem poderia entrar no avião)
– Comprovante de estadia pra pelo menos uma semana (como uma reserva de hotel, carta de um morador dizendo que você ficará na casa dele etc.)
 Seguro de saúde. Você pode ter um seguro de viagem, que é bem comum, ou tirar o PB4 ainda no Brasil, um seguro de saúde gratuito válido em alguns países.
– Dinheiro. Ele também viu que eles podem pedir pra você provar que tem dinheiro pra se manter na sua viagem, mas isso eu nunca vi acontecer.

O Marcelo tinha tudo o que precisava, mas acabaram não pedindo NADA pra ele na entrada da Europa. Já pra esse meu amigo, pediram TUDO. Ou seja, é sorte e azar. Ou cara de bom moço X maloqueiro.

Se você entrar direto por Portugal, você não tem com o que se preocupar, mas se você entrar por outro país, você precisa “declarar a sua entrada” no SEF (Serviço de Estrangeiros e Fronteiras) em até 3 dias após a entrada pra futuramente não dar nenhum problema com pedidos de residência ou extensão de visto. O serviço deles é bem devagar, você vai ligar pra marcar um horário pra fazer isso e só vai conseguir pra daqui mais de um ou dois meses. Mas pelo menos você marcou e fará isso.
Na verdade, se você quer marcações mais rápidas no SEF, é preciso marcar em outras cidades de Portugal, não em Lisboa. Muita gente faz isso quando marca a entrevista do pedido de residência, pra tudo ir mais rápido, porque o processo em Lisboa é o mais lento.

Documentos para viver e trabalhar

NIF

Bom, a primeira coisa que você precisa fazer quando chegar aqui é tirar o seu NIF, que é como se fosse o nosso CPF. E sim, qualquer um pode tirar. Com o NIF você consegue abrir conta no banco, arrumar um emprego, alugar um quarto, entre milhões de outras coisas. Basta ir nas Finanças (um lugar que você resolve várias burocracias) com o seu passaporte e comprovante de moradia no Brasil e algum residente de Portugal pra assinar por você e ser seu representante fiscal. Eu, por ser finlandesa, só precisei mostrar comprovante de morada da Finlândia e é isso. E o Marcelo pediu pra um flanelinha na rua para assinar por ele. Sério. E ainda pagou.

Aqui todos os serviços são bem lerdos, é normal você chegar em um lugar que fica aberto até às 15:00 umas 10:00 pra resolver as suas coisas e nem ter mais senha. Eu e o Marcelo tentamos ir no mesmo dia, tanto no SEF, quanto nas Finanças assim que chegamos em Portugal, saindo de casa umas 9 da manhã. (quem já foi em um desses lugares deve estar rindo, porque isso é simplesmente impossível). Nesse dia chegamos nas Finanças e pegamos uma senha, faltavam umas 20 pra chamarem a nossa. Ficamos “esperando” 2 horas e tinha andado tipo 3 senhas. Fomos embora.

Ainda foi preciso ir nas Finanças mais duas vezes até de fato conseguirmos criar o NIF. Como abria às 9:00, sempre chegamos umas 8, 8:15. E mesmo assim demoramos cerca de meia hora pra sermos atendidos.

Uma coisa boa daqui é que as pessoas realmente respeitam as filas, pelo menos a maioria. Quando alguém chega em um lugar que não está aberto ainda, pergunta quem é o último da fila, pra saber atrás de quem ficará. Isso é bem diferente do Brasil, com certeza.

Conta no Banco

Eu abri conta no Millennium, que foi o que achei mais legal. Para abrir a conta foi preciso um comprovante de endereço (pode ser o contrato de aluguel), 50 euros pra depositar na conta, NIF, passaporte e, se tiver contrato de trabalho, melhor ainda. Mas não precisa.

Segurança Social e Recibo Verde

Outra coisa que ou você vai precisar fazer ou a empresa que te contratar vai fazer é dar entrada na sua Segurança Social, que é seu número de contribuinte para o governo. Aquela parcela que vai ser descontada todo mês do seu salário vai pra sua segurança social. Enfim… Eu comecei a trabalhar em um lugar que fazia isso por mim, mas acabei saindo de lá e o processo foi cancelado. Fui dar entrada sozinha.

Pra você dar entrada sozinha, precisa de um contrato de trabalho ou abrir atividade. Que é abrir a sua própria empresa e conseguir gerar recibos (famosos recibos verdes daqui). Tipo a MEI no Brasil. Lá vou eu novamente nas Finanças abrir a minha atividade. Não consegui. Precisava mudar o endereço cadastrado no meu NIF (que era um da Finlândia) para a minha morada de Portugal. Mas para mudar isso eu precisava pegar meu Certificado de Cidadã Europeia, como se meu passaporte não bastasse. Detalhe que uma atendente disse isso mas a outra disse que não era preciso… mas essa é a vida em Lisboa, cada um diz uma coisa e quem toma no cu é sempre você. O Marcelo conseguiu mudar o endereço de cara, por não ser europeu… (…)

Enfim, fui na Câmara Municipal pegar mais fila e meu certificado, que é tipo a minha residência em Portugal. Voltei pras Finanças outro dia, mudei meu endereço, abri minha atividade.

Para abrir atividade precisa de: NIF, conta no banco, comprovante de endereço.

Ufa!

Ufa? Não.

Pausa dramática.

A Loja do Cidadão (local que tem vários serviços diferentes, como Seg. Social, Finanças etc) que eu fui abria às 9:00. Cheguei 7:20. Peguei a senha 32. Quando eram 11:30 ainda estava na senha 7. Entrava no trabalho às 13:00, por isso fui embora. Tempo perdido.

Voltei outro dia, cheguei 5:30. Sim, CINCO DA MANHÃ, quatro horas antes de abrir o bendito lugar. Fiquei na fila, no escuro, no frio, mas peguei a senha 2. Saí de lá às 9:30. Feliz. Prefiro esperar e já ser logo atendida do que passar literalmente o dia inteiro lá.

Isso já faz mais de um mês e eu nem ouvi falar na minha segurança social. Mas seguimos na espera.

A empresa que o Marcelo trabalha deu entrada por ele e já saiu. Tem processos que demoram meses, outros semanas… Aqui tudo é relativo, principalmente a boa vontade das pessoas de te ajudarem.

Saúde

Outro dia passei por outra experiência que me fez passar por muito stress. Fiquei doente, passei muito mal depois de ir em um restaurante japonês (pelo menos eu acho que foi por isso). Precisei faltar no trabalho, nem tinha forças pra sair da cama. Minha chefinha pediu atestado, disse que era necessário. E como eu não gosto de dar motivo pra nada, acabei indo pro hospital ao final do dia. Mas eu estava sem plano de saúde, nem nada.
Fui em um hospital público, mas para ter acesso à saúde o mínimo que eu tinha que ter era um Número de Utente, que pode ser feito em um Centro de Saúde. Muito enrolona que sou, ainda não tinha feito isso e o Centro de Saúde só abria durante a semana. Era domingo. Cheguei no hospital e o primeiro que me atendeu disse que eu teria que pagar 130 euros. Já comecei a chorar de raiva de estar ali e o Marcelo lindo e fofo falou com outra mulher, que disse que eu não precisava pagar, podia ser atendida e teria até 10 dias pra fazer a inscrição do número de utente. Tive que pagar 18 euros, mas isso todos têm de pagar.
Peguei uma senha, fui atendida 4 horas e meia depois, lá eles não chamam novas senhas até os pacientes que entraram receberem alta, mesmo se demorar 10 horas. Sei que tem muitos lugares piores, mas enfim… Sabe um lugar onde ninguém quer te ajudar? Me sinto assim na maioria dos lugares daqui, esse é o pior. As pessoas preferem falar algo que não é verdade só pra te despachar logo.
Cheguei lá querendo receber medicamentos pra me sentir melhor, mas depois de algumas horas só queria pegar a porcaria do meu atestado e ir embora. A médica foi um amor e bem competente, pelo menos.

Aí lá vou eu pegar meu número de utente. Peguei a senha F15, tava na F2. A menina do meu lado acordou e murmurou que estava lá há uma hora e não tinha andado nenhuma senha. Porque além das senhas F, tinha a C, a B, a T, a A, a M… E uma pessoa pra atender todas as pessoas. Sim, uma pessoa. Peguei minhas coisas, voltei pra casa, troquei de roupa e fiquei pronta pra ir pro trabalho, pra conseguir ir direto de lá. Cheguei e estava sem sistema. Há meia hora. Permaneceu sem por mais 40min. Idosos e bebês chegando pra tomar vacina… Aquela maravilha! E a atendente uma bela de uma fdp.

O sistema voltou, a mulher foi trocada, as coisas andaram. Sério, nada como pessoas que fazem e AJUDAM os outros. Consegui ser atendida no último segundo e chegar a tempo no trabalho. Ponto pra mim!

Enfim, acho que essas foram as minhas sagas pra conseguir tirar os documentos mais necessários. Aqui você tem que chegar cedo, bem cedo, cedíssimo e ir bem calminha, pronta pra lidar com pessoas que não estão dispostas a te ajudar, prontas pra perguntar a mesma coisa pra vários atendentes, pra ver como cada um fala uma coisa e como alguém de má vontade pode falar que não é possível fazer algo que é sim.

Isso aconteceu comigo, com o Marcelo, com amigas, com TODO MUNDO. Não é fácil, mas a gente dá um jeitinho, sempre dá. E é claro, pensamento positivo sempre, senão é impossível que dê certo.

Espero que isso ajude alguém ou pelo menos passe o tempo hehe e pode me perguntar o que for preciso.

como-tirar-documentos-em-portugal

 


Um comentário sobre “Como tirar documentos em Portugal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s