Poema

Nem tudo é como imaginamos

Talvez porque esperamos demais

Ou porque acreditamos demais

Só sei que no final nada é demais

Porque ele chega

Sabe?

O fim

Enfim

A gente pode até tentar parar

Tentar se enganar

Ou até apagar

Mas é inevitável

A decepção

A saudade

A dor

Do amor

Depois ela passa

Ou volta

Mas passa

E quando você vai ver

É tempo de viver

De algo crescer

Dentro de você

Lá dentro

Do peito

É só não ter medo

Do apego

Do novo

De novo

Pode ser bonito

Ou pode ser doloroso

Mas ele sempre vale a pena

O amor

Ele vem

De várias formas

Ele vem

E te transforma

Ele vem

E faz tudo de novo

 


Um comentário sobre “Poema

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s